Ultimas Novidades

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

O dia em que o Brasil comprou sua Independência: a notícia do acordo



Grito de Ipiranga que nada. Essa de 07 de setembro de 1822 foi para inglês ver. O Brasil de fato conquistou a sua Independência pagando milhões de libras esterlinas a Portugal numa negociação, não para inglês apreciar, mas para inglês participar, mediada pelo Excelentíssimo Cavalleiro de Sua Majestade Britânica Sir Charles Stuard, Grão Cruz da Ordem da Torre e Espada, em 1825.

Trocando em miúdos, o Brasil comprou a sua Independência. O tratado que oficializou o ato, chamado de reconhecimento, foi publicado em vários jornais brasileiros, inclusive em Salvador. O Correio da Bahia publicou a integra do documento, em setembro de 1825;não fala em valores e para isso usa do eufemismo “aceitando a mediação de sua majestade britânica para o ajuste de toda a questão incidente à separação dos dois estados”. A “questão incidente” era de 2 milhões de libras esterlinas, valor pago a título de indenização, uma fortuna.

Pelo tratado publicado no jornal baiano, em setembro de 1825, Portugal reconhece o Brasil como país independente e ”promete não aceitar proposições de quaisquer colônias portuguesas para se reunirem ao Império do Brasil”. O dinheiro foi tomado de empréstimo nos bancos ingleses, mas não chegou na integra dos valores conveniados aos cofres de Portugal. A operação bancária passou por Londres que reteve 1,4 milhões de libras esterlinas, a título de pagamento da dívida externa de Portugal para com os britânicos. Está explicado o interesse dos britânicos em mediar o tratado.

Brasil pagou muito caro pela sua Independência, gerou uma dívida enorme, mas teve como recompensa a aceitação na comunidade internacional. O país foi logo reconhecido pela Aústria, França, Alemanha, Itália, Grã Bretanha e a Santa Sé. O anúncio do tratado no jornal baiano é um dos raros registros na mídia do evento.

Fonte: iBahia

Nenhum comentário :

Postar um comentário