Ultimas Novidades

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A bandeira do Brasil já foi semelhante à dos EUA?



Por um período de poucos dias, logo após a proclamação da República, a bandeira brasileira foi muito semelhante à dos Estados Unidos da América. Em verdade, nas palavras do marechal Deodoro da Fonseca, a proposta dos republicanos, liderados por Lopes Trovão, tratava-se de um arremedo grosseiro da bandeira dos Estados Unidos.
Uma bandeira não é simplesmente um desenho despretensioso, pelo contrário, é o símbolo máximo de representação de uma nação. Se ocorre alguma mudança significativa no país (como a alteração do regime político, por exemplo) normalmente a bandeira é atualizada, quando não simplesmente substituída.

O Brasil, terra com uma história de instabilidade política, já possuiu mais de 15 bandeiras diferentes até chegar à versão atual, de 11 de maio de 1992. A bandeira que conhecemos atualmente, por exemplo, começou a tomar forma com a proclamação da Independência, em 7 de setembro de 1822.



Durante todo o período de Império (1822 – 1889), a bandeira do Brasil era composta por uma coroa, posicionada acima de um escudo (com desenho semelhante ao da bandeira de Portugal), envolta em ramos de café e tabaco, sobre o losango amarelo e retângulo verde. Com a queda do Império, ela foi substituída.

Poucos dias após a proclamação da República, um grupo de republicanos submeteu o que supostamente seria a nova bandeira do Brasil (há alguns dias em uso não-oficial) à aprovação de Deodoro da Fonseca. A proposta foi absolutamente rejeitada: o presidente do governo-provisório julgou que tratava-se de uma cópia grosseira da bandeira dos Estados Unidos, que ficou conhecida como bandeira provisória da República, porque não foi oficializada.

Não se sabe se a intenção do autor da bandeira provisória era copiar os EUA. O fato é que, afora suas cores (verde e amarela), a maioria de seus elementos a tornavam muito semelhante à bandeira norte-americana: listrada horizontalmente, com um pequeno retângulo no canto superior esquerdo, preenchido por estrelas.

A bandeira oficial



A bandeira oficialmente adotada pelo Brasil no início da República, em 19 de novembro de 1889, é a mesma que temos hoje, com algumas estrelas a menos. Ela foi idealizada por dois dos principais positivistas brasileiros, Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemes, com ajuda de Manuel Pereira Reis, um expoente professor de astronomia da época.

A nova bandeira mantinha os tradicionais losango amarelo e o retângulo verde, que representavam a riqueza mineral e vegetal da nação, respectivamente. O escudo foi substituído pela esfera azul, a qual foram introduzidas estrelas (uma para cada Estado) e cortada por uma faixa branca com a inscrição “Ordem e Progresso”, invocando o lema do positivismo, cujo o pai é o sociólogo de Augusto Comte.

Desde então a bandeira brasileira permanece a mesma, com apenas três alterações no número de estrelas (em 1960, 1968 e 1992), decorrentes da criação de novos Estados.

Fonte: UOL


Nenhum comentário :

Postar um comentário