Ultimas Novidades

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Aprovados no PSCT 2015 são convocados para pré-matrículas.



O IFPB divulgou o edital de pré-matrícula dos aprovados na primeira chamada do Processo Seletivo de Cursos Técnicos (PSCT) 2015, modalidades integrado e subsequente, presencial e a distância.  As datas de entrega da documentação segue calendário específico em cada Campus, ocorrendo no mês de janeiro.

CÂMPUS PATOS E SOUSA

EVENTO PERÍODO
Pré-Matrícula :  05, 06, 07 e 08 de janeiro de 2015

Retardatários:  09 de janeiro
Confirmação de Matrícula (previsão):  27 de janeiro
Prazo para Recursos:  28 e 29 de janeiro

CÂMPUS SOUSA (Unidade Sede)

Horário de atendimento: 07h30 às 10h30 / 13h30 às 17h30

End.: Av. Presidente Tancredo Neves (Acesso pela BR 230), s/nº, Jardim Sorrilândia – Sousa/PB – CEP 58.800-970 Tel. (83) 3522-2727 / 2626

CÂMPUS/POLO PATOS

Horário de atendimento: 08h às 11h / 14h às 17h

End.: Acesso à Rodovia PB 110, s/nº, Bairro Jatobá (Alto da Tubiba) - Patos/PB – CEP: 58.700-000. Tel. (83) 3423-9676

A entrega da documentação deverá ser efetuada presencialmente no Campus/polo ofertante do curso no qual o candidato foi classificado.
Deverá ser preenchido um formulário que consta no Anexo I do edital. Após análise e aprovação dos documentos entregues no ato da pré-matrícula, será divulgado um novo edital de confirmação de matrícula, onde será efetivado o vínculo do candidato com a instituição.

A documentação básica exigida é:
·       1 (uma) foto 3X4 (colocar nome no verso);
·       Certidão de Nascimento ou de Casamento;
·       Carteira de Identidade (RG), constando data de expedição;
·       CPF;
·       Certificado de Alistamento Militar (CAM) ou Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI) – só para candidatos do sexo masculino e maiores de 18 anos;
·        Título Eleitoral e comprovante de quitação eleitoral – só para maiores de 18 anos;
·       Cartão do SUS;
·       Histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio (para o técnico integrado) e histórico escolar e certificado de conclusão do ensino fundamental (para o técnico subsequente).
Há ainda documentação específica para candidatos que optaram pelo ingresso por meio das cotas. A lista e as declarações constam no edital.

Clique no link abaixo e confira o edital sobre a matrícula:


Fonte: *Patrícia Nogueira – Jornalista do IFPB

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Alunos do município de Cajazeirinhas e São Domingos são aprovados no Processo Seletivo dos Cursos Técnicos Presenciais nas modalidades integrais – PSCT 2015.







A Comissão Permanente dos Concursos Públicos (Compec) do IFPB divulgou nessa segunda-feira (22) o resultado do Processo Seletivo dos Cursos Técnicos Presenciais nas modalidades integrais e subsequentes– PSCT 2015. As provas foram realizadas no dia 16 de novembro de 2014. 

Em nome dos professores e funcionários da Escola Municipal de Ensino Fundamental “Janduhy Carneiro” e da Escola Municipal “Maria Marques de Assis” quero parabenizá-los pela aprovação no processo seletivo para o ingresso na IFPB. É motivo de grande orgulho e satisfação compartilhar essa alegria que estamos sentido perante essa grandiosa conquista.  Sabemos que as adversidades e as dificuldades foram enormes durante o ano letivo, mas não foi capaz de atrapalhar essa bela conquista. Esse resultado é mais uma prova da demonstração do potencial de vocês.

Quero agradecer imensamente a(o)s professore(a)s Iskaime Renato,  Tânia Francinalda , Diá , Diretora Marinete , Diretora Fabiana , Simone de Cássia , Secretaria de educação de São Domingos e Rodolfo Trigueiro , Secretário de Educação de Cajazeirinhas pelo apoio, participação e atenção dada durante esse processo.


Relação dos aprovados da Escola Municipal “Maria Marques de Assis” – São Domingos-PB

Técnico em Informática - Integrado - Sousa (SEDE) - Integral

LUCAS NEVES NORVINO
GEOVANNA CARLA DA NÓBREGA
ANGÉLICA SANTOS SILVA
VICTOR MARTINS QUEIROGA

Técnico em Agroindústria - Integrado - Sousa (São Gonçalo) – Integral

 RAYONARA PEREIRA DE SANTANA
JACIANA SANTOS FERREIRA
CAMILA DANTAS NEVES  (Remanescentes)

Técnico em Meio Ambiente - Integrado - Sousa (São Gonçalo) – Integral

 KAILLYS TAMARA FARIAS DE QUEIROGA
 REBECA DANTAS NEVES



Relação de aprovados da Escola Municipal “”Janduhy Carneiro” – Cajazeirinhas-PB

Técnico em Informática - Integrado - Sousa (SEDE) – Integral

JOÃO HENRIQUE BATISTA DOS SANTOS
 KAIO FERNANDES DE SOUSA
 LAISA DE SOUSA SILVA  (Remanescente)

Técnico em Agropecuária - Integrado - Sousa (São Gonçalo) – Integral

RAMON EUSEBIO DE ALMEIDA DANTAS

Técnico em Meio Ambiente - Integrado - Sousa (São Gonçalo) – Integral

ELIZANGELA DA SILVA GARRIDO

Técnico em Edificações - Integrado - Patos – Matutino

JOSÉ HIGOR PEREIRA DE ANDRADE


Desejo que Deus continue abençoando a caminhada vitoriosa de todos vocês .Parabéns!!!!

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO!


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

IFPB oferta 1.180 vagas para Ensino Superior Presencial





O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) oferta 1.180 vagas para os 33 cursos superiores presenciais da Instituição, nas modalidades licenciatura, bacharelado e tecnologia. As vagas são para os campi de Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Sousa e Princesa Isabel.
A seleção se dará por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que toma por base as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A previsão para a abertura das inscrições é para janeiro de 2015, após a divulgação do resultado do Enem. Cada candidato pode fazer até duas opções de curso. Durante o período de inscrição, o candidato pode modificar suas opções quantas vezes julgar conveniente. Será considerada válida a última inscrição confirmada.
Em breve, o IFPB disponibilizará em seu portal um hotsite com informações sobre os cursos. Os cursos ofertados são: Tecnologia em Design Gráfico, Análise de desenvolvimento de Sistemas, Automação Industrial, Telemática, Construção de Edifícios, Gestão Comercial, Design de Interiores, Geoprocessamento, Gestão Ambiental, Negócios Imobiliários, Redes de Computadores, Sistemas de Telecomunicações, Sistemas para Internet, Segurança no Trabalho, Agroecologia e Alimentos. Licenciaturas em Matemática, Física, Química, Educação Física e Bacharelados em Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Medicina Veterinária e Administração.
O IFPB atende a políticas afirmativas reservando 50% das vagas para quem cursou integralmente o Ensino Médio em escolas públicas. Destas, há reservas para afrodescendentes, indígenas e pessoas com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salários mínimo. Além de 5% para pessoas com deficiência. Ainda dentro das cotas, o Campus Sousa do IFPB reserva 10 % das vagas para os assentados da reforma agrária.

Fonte:  
Iris Souto Maior- Jornalista do IFPB

Arte- Luzivan Silva- Programador Visual

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

200 anos da coroação de Napoleão Bonaparte.






Há exatos 200 anos acontecia a coroação de Napoleão Bonaparte (02/12/1804). A cerimônia marcada por muito luxo buscava contrapor-se à pretensão de restauração da monarquia absolutista, principalmente as tentativas de Luís XVIII, descendente da dinastia Bourbon, de retomar o trono.

A cerimônia de coroação realizada na Catedral de Notre-Dame buscou, dessa forma, criar laços históricos de Napoleão com o passado francês, além de adotar elementos estéticos na decoração e procedimentos do ritual que remetessem, por outro lado, às influências do neoclassicismo, com temas inspirados em Roma e na Grécia, buscando aproximar Napoleão dos grandes imperadores da História.

A obra de Jacques-Louis David (1748-1825), pintor oficial de Napoleão, exposta no início do texto, dá-nos uma dimensão do objetivo de Bonaparte em se colocar como um dos grandes homens da história.



É interessante notar, além das vestimentas e outros adornos presentes na obra, que o pintor francês pretendeu retratar o momento em que Napoleão tomou a coroa e a colocou com suas próprias mãos sobre sua cabeça. Napoleão havia conseguido negociar a ida do papa Pio VII a Paris para, dessa forma, reatar os laços entre o Estado francês e a Igreja, rompidos após a Revolução Francesa de 1789. De acordo com os rituais de consagração régia, a entidade religiosa era quem colocava a coroa na cabeça de um rei. Com sua atitude, Napoleão Bonaparte pretendeu se colocar acima do poder religioso.



Napoleão pretendia, dessa forma, apresentar simbolicamente seu poder como superior ao poder religioso da Igreja Católica. A atitude mostrava também o tipo de personalidade de Napoleão Bonaparte, que pretendia se colocar como um dos grandes nomes da história mundial.



Alunos da rede municipal de São Domingos são contemplados com a Menção Honrosa da OBMEP 2014.







 A organização da 10ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) divulgou os premiados  da edição de 2014, quatro alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Marques de Assis - II Fase foram contemplados com menção honrosa.

São eles:

·                     Geovanna Carla N. Queiroga
·                     Lucas Neves Norvinho
·                     Ricardo Almeida Fernandes
·                     Victor Martins Queiroga


          A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS (OBMEP) é um projeto que vem criando um ambiente estimulante para o estudo da Matemática entre alunos e professores de todo o país.Voltada para a escola pública, seus estudantes e  professores, a OBMEP tem o compromisso de afirmar a excelência como valor maior no ensino público. Suas atividades vêm mostrando a importância da Matemática para o futuro dos jovens e para o desenvolvimento do Brasil.

A Escola Municipal “Maria Marques de Assis” parabeniza os alunos pela conquista de Menção Honrosa na 10º Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas ano 2014. É mais uma conquista dos nossos alunos em Olimpíadas.


Parabenizamos também o  professor Renato Nunes pelo seu profissionalismo e dedicação no processo de aprendizagem dos nossos alunos durante todo o ano letivo.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A bandeira do Brasil já foi semelhante à dos EUA?



Por um período de poucos dias, logo após a proclamação da República, a bandeira brasileira foi muito semelhante à dos Estados Unidos da América. Em verdade, nas palavras do marechal Deodoro da Fonseca, a proposta dos republicanos, liderados por Lopes Trovão, tratava-se de um arremedo grosseiro da bandeira dos Estados Unidos.
Uma bandeira não é simplesmente um desenho despretensioso, pelo contrário, é o símbolo máximo de representação de uma nação. Se ocorre alguma mudança significativa no país (como a alteração do regime político, por exemplo) normalmente a bandeira é atualizada, quando não simplesmente substituída.

O Brasil, terra com uma história de instabilidade política, já possuiu mais de 15 bandeiras diferentes até chegar à versão atual, de 11 de maio de 1992. A bandeira que conhecemos atualmente, por exemplo, começou a tomar forma com a proclamação da Independência, em 7 de setembro de 1822.



Durante todo o período de Império (1822 – 1889), a bandeira do Brasil era composta por uma coroa, posicionada acima de um escudo (com desenho semelhante ao da bandeira de Portugal), envolta em ramos de café e tabaco, sobre o losango amarelo e retângulo verde. Com a queda do Império, ela foi substituída.

Poucos dias após a proclamação da República, um grupo de republicanos submeteu o que supostamente seria a nova bandeira do Brasil (há alguns dias em uso não-oficial) à aprovação de Deodoro da Fonseca. A proposta foi absolutamente rejeitada: o presidente do governo-provisório julgou que tratava-se de uma cópia grosseira da bandeira dos Estados Unidos, que ficou conhecida como bandeira provisória da República, porque não foi oficializada.

Não se sabe se a intenção do autor da bandeira provisória era copiar os EUA. O fato é que, afora suas cores (verde e amarela), a maioria de seus elementos a tornavam muito semelhante à bandeira norte-americana: listrada horizontalmente, com um pequeno retângulo no canto superior esquerdo, preenchido por estrelas.

A bandeira oficial



A bandeira oficialmente adotada pelo Brasil no início da República, em 19 de novembro de 1889, é a mesma que temos hoje, com algumas estrelas a menos. Ela foi idealizada por dois dos principais positivistas brasileiros, Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemes, com ajuda de Manuel Pereira Reis, um expoente professor de astronomia da época.

A nova bandeira mantinha os tradicionais losango amarelo e o retângulo verde, que representavam a riqueza mineral e vegetal da nação, respectivamente. O escudo foi substituído pela esfera azul, a qual foram introduzidas estrelas (uma para cada Estado) e cortada por uma faixa branca com a inscrição “Ordem e Progresso”, invocando o lema do positivismo, cujo o pai é o sociólogo de Augusto Comte.

Desde então a bandeira brasileira permanece a mesma, com apenas três alterações no número de estrelas (em 1960, 1968 e 1992), decorrentes da criação de novos Estados.

Fonte: UOL


Após 125 anos, desenhos originais da bandeira do Brasil são encontrados.




Dois papéis históricos de valor inestimável foram descobertos no Rio de Janeiro. São os rascunhos que deram origem à bandeira do Brasil, riscados pelo engenheiro Raimundo Teixeira Mendes em novembro de 1889, após a Proclamação da República.
Em ambos os papéis se veem a esfera, as estrelas e os dizeres “Ordem e Progresso”. O primeiro é um papel milimetrado, que permitiu a Teixeira Mendes posicionar e dimensionar cada estrela com precisão. O segundo é um papel vegetal, onde estão os traços definitivos.
Os desenhos estavam na centenária Igreja Positivista, no bairro da Glória, esquecidos dentro de uma caixa. Foram descobertos por acaso, quando se limpavam os armários do último presidente da igreja, que morreu em julho. Os papéis estão nas mãos de restauradores. Quando o trabalho terminar, serão expostos ao público.
— Encontramos um tesouro que pertence a todos os brasileiros — afirma o atual presidente da Igreja Positivista, Alexandre Martins.
O material estava na igreja porque o positivismo exercia forte influência sobre os intelectuais brasileiros do final do século 19. Criado pelo francês Auguste Comte, o positivismo faz uso da ciência para explicar o mundo. Hoje ultrapassada, essa visão era vanguardista para a época.
Foi o positivista Benjamin Constant, ministro da Guerra do novo regime, que aprovou o desenho de Teixeira Mendes, também positivista. Amor, ordem e progresso formavam o tripé da religião.

Fonte: Agência Senado


sábado, 8 de novembro de 2014

1ª Mostra de Arte da Escola" Maria Marques de Assis" II





Estudantes do ensino fundamental da Escola “Maria Marques de Assis” soltaram a imaginação para confeccionar diferentes tipos de trabalhos para a 1ª Mostra de Artes .

Foi neste universo mágico, que os alunos realizaram nesta sexta (7), a culminância do projeto multidisciplinar “Leitura e Releituras”no refeitório da E.M.E.F “Maria Marques de Assis” na cidade de São Domingos-PB. A ação tem como objetivo despertar nos educandos o prazer pela arte e a leitura.

A amostra foi organizada pelo professor Jeferson Rolim e foi resultado das ações realizadas durante o segundo semestre do ano letivo. Todo o trabalho foi baseado na interpretação das obras, segundo o olhar dos alunos do 6º ao 8º ano da unidade educacional.



Através do trabalho de “Releitura de Obras” faz com que os alunos entrem em contato com o universo da arte de forma participativa; após apreciar e ter informações sobre determinada obra. Ao reproduzir esta obra, o aluno desenvolve habilidades como: percepção, imaginação e amplia seu universo cultural.

As artes visuais estão presentes na vida. Ao desenhar ou pintar a pessoa expressa suas interpretações e impressões sobre o mundo. As artes visuais são linguagens e, portanto, uma das formas importantes de expressão e comunicação humana, o que por si só justifica sua presença no contexto da Educação de um modo geral.




terça-feira, 4 de novembro de 2014

45 anos da morte de Carlos Marighella, político e guerrilheiro brasileiro.



Político e guerrilheiro brasileiro, o baiano Carlos Marighella foi morto em uma emboscada em São Paulo, no dia 4 de novembro de 1969. Marighella iniciou seus estudos em engenharia civil, na Bahia, mas aos 18 anos despertava para as lutas sociais, filiando-se ao Partido Comunista. Em 1932, aos 21 anos, foi preso pela primeira vez por causa de um poema com críticas ao interventor baiano Juracy Magalhães. No meio da década de 30 foi preso novamente após as lutas da Intentona Comunista. Em 1937, por conta de uma anistia, foi libertado. Contudo, com Getúlio Vargas no poder com o Estado Novo, o Partido Comunista foi para a clandestinidade. Em 1939, foi novamente encarcerado. Em 1945, houve uma nova anistia no Brasil, o Partido Comunista voltou à legalidade e Marighella foi eleito deputado constituinte. A sua liberdade política, porém, não durou muito.

No governo do general Eurico Gaspar Dutra, em 1946, o Partido Comunista foi proibido e Marighella teve o mandato cassado. Em 1953, ele esteve à frente da "Greve dos Cem Mil" e também participou da campanha "O petróleo é nosso". Durante o governo de João Goulart, o Partido Comunista voltou à legalidade. Marighella, contudo, divergia da linha adotada e, em 1962, fundou o Partido Comunista do Brasil - PC do B. Em 1964, com o golpe militar, voltou a ser perseguido, foi baleado e preso em um cinema no Rio de Janeiro. Sobreviveu e ficou encarcerado por 80 dias, mas acabou solto pela ação de um advogado. Marighella também passou a divergir no PC do B e acabou expulso do partido. Fundou então a Ação Libertadora Nacional-ALN, que pregava a luta armada. A partir de 1968 participou de ações armadas, como assaltos a bancos para conseguir fundos para a ALN.


 Os integrantes do movimento participaram do sequestro do embaixador norte-americano Charles Elbrick, junto com o MR-8. Apontado como inimigo público número um, ele foi morto em uma emboscada do extinto DOPS (Departamento de Ordem Pública e Social), em São Paulo, na noite do dia 4 de novembro de 1969.

Fonte: HISTORY


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Aluno da Escola Municipal “Janduhy Carneiro” está na semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa.




A crônica “Minha família, eu e a televisão” está entre os 500 textos semifinalistas da Olimpíada em todo o Brasil

O aluno Alisson Linhares Lacerda, de apenas 15 anos, representará a Paraíba na Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Ele cursa o 9º ano na Escola Municipal “Janduhy Carneiro” e participou do projeto na categoria crônica da Olimpíada.

A crônica “Minha Família, eu e a televisão” está entre os 500 textos semifinalistas da Olimpíada em todo o Brasil. O estudante concorrerá à semifinal regional com outros 125 da mesma categoria, sendo que serão classificados para a final nessa etapa 38 textos somados com as demais regiões do país, desta forma, 152 textos serão avaliados na etapa final.



O estudante Alisson juntamente com sua professora de Língua Portuguesa professora Salefrance Vielli da Silva Lima., viajarão dia 10, 11 e 12 de novembro de 2014 para representar a Paraíba na semifinal em Porto Alegre.

Realmente ensinar é uma arte e temos a responsabilidade de despertar a curiosidade e o prazer da aprendizagem em nossos alunos. Muitos já tem suas habilidades e o que falta às vezes é lapidar e isso com certeza foi o que aconteceu com Alisson Linhares Lacerda. O que vale é saber que todo esforço de estimulá-lo valeu a pena e está sendo gratificante para todos nós que fazemos a educação de Cajazeirinhas, disse a professora Salefrance Vielli da Silva Lima.

Concurso - A Olimpíada de Língua Portuguesa ‘Escrevendo o Futuro’ desenvolve ações de formação de professores com o objetivo de contribuir para a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras. O concurso de produção de textos premia as melhores produções de alunos de escolas públicas de todo o país.
Na 4ª edição participam professores e alunos do 5º ano do Ensino Fundamental (EF) ao 3º ano do Ensino Médio (EM), nas categorias: Poema no 5º e 6º anos; Memórias no 7º e 8º anos; Crônica no 9º ano EF e 1º ano EM; Artigo de opinião no 2º e 3º anos.

Confira a crônica do Aluno Alisson Linhares Lacerda

 Minha família, eu e a televisão


Foi numa manhã de domingo. Uma bela e linda manhã. O sol estava mais quente e radiante que todos os outros dias. Era sempre o domingo o dia escolhido para reunir toda a família na casa dos meus avós maternos.

A casa deles situava-se no sítio Boa União, município de Cajazeirinhas, no alto Sertão Paraíbano. O lugar era o mais bonito e aconchegante que conheci. Era uma casa grande, rodeada de alpendres, cada lado com um pé de planta e de frutas diversificadas. Costumava ficar sempre no lado direito da casa, pois no período que íamos pra lá, a sombra predominava na maior parte do tempo e também por que era o lado da goiabeira - fruta do meu agrado. Na frente dela, tinha um açude grande e muito prazeroso de se tomar banho com toda a família. Ao lado estava o responsável pelo nosso sono acabar bem mais cedo - o curral das vacas. Por trás o poleiro das galinhas e o chiqueiro dos porcos. Usava-se nessas casas mais antigas, a antena parabólica instalada no chão do quintal da casa, pois se acontecesse alguma coisa na televisão, meu avó dava um de mecânico e tentava ajeitar.

Foi um almoço daqueles! Uma fartura sem igual. Minhas tias preparavam a buchada ( comida típica e muito trabalhosa de se fazer). Esta é a comida que é utilizado toda a composição do aparelho digestivo do carneiro, mais conhecida como as vísceras. Minha mãe e minha prima mais velha ficaram na responsabilidade do arroz ao leite, feito na panela de barro, farofa, vinagrete, vários tipos de macarrão, de arroz e de carne. Em fim, era tanta coisa boa e gostosa que não dava para comer tudo de uma só vez.

Depois do almoço, todos os homens e as crianças iam lá pra o alpendre, enquanto que as mulheres organizavam tudo na cozinha. Na sala de TV, ficou minha prima querendo assistir um programa de auditório, minha avó um programa religioso e meu primo mais novo querendo assistir os desenhos animados que só passavam naquela hora, como se os outros programas passassem em outro horário. Começava então toda a confusão. Era um tira tira de canal, um choro, uma reclamação, um silêncio sofrido e bem sofrido de minha pobre vozinha. Não aguentei. Peguei minha bola e comecei a fazer minhas embaixadinhas (pensando em bater meu próprio recorde), quando me empolguei e chutei a bola com tanta força, que foi bater na antena parabólica, ocasionando a queda de todos os canais da televisão. 

Correram todos pra saber quem tinha feito tamanha travessura. Lá estava eu, louco de preocupação e com um medo danado que me "expulsassem da família". Claro que não iam fazer isso. Mas o estrago estava feito. Não achando outro jeito, vieram todos para o alpendre com cara de raiva e de desgosto.

Fizemos uma roda de conversas e de lembranças do passado. Risos, piadas, choros emotivos e prazeres inesquecíveis. Mas o que ninguém sabia, era que depois de outra bolada minha, a TV voltava a funcionar perfeitamente, porém ninguém mais quis saber da TV e nem muito menos dos programas favoritos. A conversa em família ainda era o melhor das diversões.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Unesco lança concurso Selfie com seu Professor.



A Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco) promove até 13 de outubro o concurso Selfie com seu Professor, em homenagem ao Dia Mundial do Professor, 5 de outubro, e ao Dia Nacional do Professor, 15 de outubro. Estudantes de todas as idades podem tirar um autorretrato com os docentes e publicá-lo no Facebook, junto a uma frase sobre "O que você faria para valorizar o trabalho do seu professor?". Para garantir que a Unesco no Brasil veja a publicação, o participante deve marcar a página UNESCO na Rede (tag) e inserir #selfieprofessor.

O concurso pretende homenagear os docentes nas redes sociais e promover uma reflexão sobre como os educadores podem ser mais valorizados pela sociedade.Os três conjuntos de selfies e frases mais criativos, originais e adequados ao tema deste ano, que é Desenvolvimento Profissional dos Professores e suas Condições de Trabalho, serão escolhidos por uma comissão julgadora e premiados com tablets. O resultado será publicado no site da Unesco e na página da organização no Facebook em 15 de outubro. 


Leia aqui o regulamento do concurso.

sábado, 13 de setembro de 2014

Processo Seletivo do IFPB para os Cursos Técnicos Presenciais 2015.




Atenção alunos do 9ºAno ! Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo para os Cursos Técnicos Presenciais 2015. As inscrições poderão ser feita até dia 17 de outubro de 2014 para ingresso nas modalidades Integrado ao Ensino Médio, ofertados pelos Campi Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel e Sousa, a ser realizado conforme disposto nos itens do Edital de Abertura.
 As inscrições com isenção da taxa foi prorrogada para até o dia 26/09. Os alunos que não tiverem documentos (RG e CPF) providenciar tirar na Casa da Cidadania em Pombal. O futuro está a sua espera! Boa sorte!

CRONOGRAMA

Publicação do Edital 26/08

Inscrições 27/08 a 17/10

Pedido de Isenção 01 a 26 /09

Divulgação do Resultado do Pedido de Isenção 06/10

Recurso do Pedido de isenção 07 e 08/10

Resultado do Recurso 13/10

Divulgação da lista de candidatos inscritos 23/10

Locais de prova 11/11

Prova Escrita 16/11

Divulgação do Gabarito 17/11

Recurso do Gabarito 18/11

Resultado do Recurso do Gabarito 21/11

Resultado Final do Processo 23/12