Ultimas Novidades

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Cientistas brasileiros exumam restos mortais de D. Pedro I e suas mulheres.



Dom Pedro I, Dona Leopoldina e Dona Amélia


Os restos mortais de D. Pedro I, o primeiro imperador brasileiro, e suas duas mulheres, as imperatrizes Dona Leopoldina e Dona Amélia, foram exumados pela primeira vez no ano passado para uma pesquisa arqueológica mais de um século após suas mortes. A pesquisa inédita - feita com autorização da família imperial - faz parte de uma dissertação de mestrado da historiadora Valdirene do Carmo Ambiel, que defendeu seu trabalho ontem na Universidade de São Paulo (USP). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


De baixo para cima: Restos de D. Pedro I, Dona Leopoldina e Dona Amelia, que surpreendeu cientistas por estar mumificada | Foto: Divulgação.


A exumação revelou fatos desconhecidos e derrubou alguns mitos a respeito desses três integrantes da família real brasileira. Realizados entre fevereiro e setembro de 2012, os exames permitiram aos cientistas envolvidos constatar que D. Pedro não foi cremado, ao contrário do que se acreditava. Tampouco Dona Leopoldina teve o fêmur quebrado - o que a teria levado à morte ao cair de uma escada, talvez empurrada pelo próprio imperador, segundo fontes afirmavam. Outra surpresa foi a descoberta de que Dona Amélia, segunda mulher do primeiro imperador do País, foi mumificada.


Fonte: Terra

Nenhum comentário :

Postar um comentário