Ultimas Novidades

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Senado aprova projeto que regulamenta profissão de historiador



 O Senado aprovou nesta terça-feira (18), em Plenário, projeto que regulamenta a profissão de historiador e estabelece os requisitos para seu exercício. O texto aprovado foi um substitutivo (texto alternativo) da Câmara dos Deputados ao PLS 368/2009. O projeto segue para a sanção presidencial.

De acordo com o substitutivo (SCD 3/2015), poderá exercer a atividade de historiador quem tem diploma de curso superior, mestrado ou doutorado em História; diploma de mestrado ou doutorado obtido em programa de pós-graduação reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) com linha de pesquisa dedicada à história; e profissionais diplomados em outras áreas que comprovarem ter exercido a profissão de historiador por mais de cinco anos a contar da data da promulgação da futura lei.

 — É uma luta histórica dos historiadores e hoje se torna realidade. Tenho quase certeza de que será sancionado — afirmou o autor do projeto, senador Paulo Paim (PT-RS).

Atribuições

Entre as atribuições dos historiadores, o texto prevê o magistério da disciplina de história nas escolas de ensino fundamental e médio, desde que cumprida a exigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996) quanto à obrigatoriedade da licenciatura.

O profissional poderá ainda planejar, organizar, implantar e dirigir serviços de pesquisa histórica; assessorar, organizar, implantar e dirigir serviços de documentação e informação histórica; e elaborar pareceres, relatórios, planos, projetos, laudos e trabalhos sobre temas históricos.

Registro

Para o provimento e exercício de cargos, funções ou empregos de historiador, o projeto exige registro profissional junto à autoridade trabalhista competente. Já as entidades que prestam serviços em história deverão manter historiadores legalmente habilitados em seu quadro de pessoal ou em regime de contrato para prestação de serviços.

O projeto do Paulo Paim foi modificado pela Câmara, que introduziu a previsão de que o exercício da profissão de historiador deixará de ser privativo dos historiadores para se tornar apenas “assegurado” a esses profissionais, eliminando a possibilidade de reserva de mercado.

Fonte: Agência Senado

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Quiz História: o prazer de aprender brincando.




No dia 17 de fevereiro, os estudantes do 9º Ano da E.E.E.F. " Arruda Câmara", participaram do “Quiz História” com intuito de revisar o conteúdo sobre o Segundo Reinado no Brasil.

Quiz é uma plataforma para avaliação de conhecimentos sobre determinado assunto. Toda a lógica desse método passa por um questionário com alternativas onde o avaliado julga a opção mais correta. Essa ferramenta é bastante eficaz na construção de conhecimentos, na preparação de questões e método avaliativo escolar.

O uso do Quiz como proposta de metodologia, em sala de aula, mostrou-se uma forma agradável e divertida de avaliação e aprendizagem, por meio do qual todos os discentes participaram de maneira ativa, promovendo o debate com o grupo, expressando opiniões sobre as respostas, discordando ou concordando com a opinião dos demais colegas.

A experiência do uso do “Quiz História”  em sala de aula foi bastante significativa. Ajudou a aumentar o nível de interesse e concentração nas atividades, a comunicação, interação e  motivação dos estudantes, incentivou o estudante a estudar, pesquisar, pensar, discutir, tornando-o cada vez mais independente, além de aproximar professor e o estudante. Ainda, contribui positivamente para o processo de educação, ensino e aprendizagem de forma inovadora, atrativa e dinâmica, pois estimula a atenção e memória do estudante.

Quero agradecer aos estudantes do 9º Ano que participaram ativamente desse ação, interagindo de forma positiva na construção do conhecimento.










segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Abertura do ano letivo na Escola Estadual “Arruda Câmara”



O ano letivo da Escola Estadual “Arruda Câmara” teve início oficialmente nesta segunda-feira (10), com ações de acolhida e motivação para alunos novatos e veteranos. Os estudantes foram recepcionados pela Banda Marcial “Luiz Barbosa Neto” sob o comando do maestro José Barbosa Neto que abrilhantou o evento. Em seguida, os estudantes tiveram um momento de descontração e primeiro contato com os seus professores nas suas referidas salas de aula.



A abertura oficial foi realizada pela diretora Almira Saldanha que na oportunidade desejou boas vindas a todos os estudantes e, em seguida, apresentou todo o quadro de funcionários da Escola Estadual “Arruda Câmara”. Na oportunidade, a diretora parabenizou os docentes aprovados no exame nacional do ensino médio. 



Na solenidade a professora Alzenira saudou os estudantes novatos e veteranos e destacou a importância da educação na formação de cidadãos críticos e conscientes do seu papel na sociedade em que vivemos.



A Escola Estadual “Arruda Câmara” apresentou e congratulou os estudantes que se destacaram na Olimpíada Brasileira de Matemática das escolas públicas. 





Professores orientadores: Jessé Benigno de Araújo, Mailson Matos Pereira e Roza Rejane Bibiano da Silva Barbosa.


Para finalizar os estudantes participaram de uma aula de Fit Dance com instrutor Gleyson da academia Forma Korpus. Fit Dance é uma aula baseada nos mais variados ritmos e estilos musicais, com coreografias modernas e fáceis de acompanhar.





terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Inscrições para 12ª Olimpíada Nacional em História do Brasil já estão abertas!




Finalistas Participantes durante a final da 11ª edição da ONHB


As inscrições para a 12ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), projeto desenvolvido pelo Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), têm início na próxima segunda-feira (3). O primeiro prazo para se cadastrar – com desconto – termina dia 9 de março. Já a segunda fase de inscrições segue até 24 de abril – ou até atingir o limite de interessados.

Com um formato totalmente original, a Olimpíada de História é aberta para professores e alunos dos ensinos Fundamental (8º e 9º anos) e Médio de escolas públicas e particulares de todo país. Na última edição, em 2019, registrou número recorde de inscritos com mais de 73 mil participantes de todos os estados brasileiros.

Para participar, os interessados devem formar equipes compostas por um professor de História e três alunos. A competição conta com seis fases online – com duração de uma semana cada – além da final presencial realizada na Unicamp, em Campinas-SP. As provas começam no dia 4 de maio e seguem até 13 de junho. Já a grande final ocorre dias 15 e 16 de agosto.

A professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp e coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello, explica que as respostas às questões de múltipla escolha e realização de tarefas podem ser elaboradas pelos participantes com base em debate com os colegas, pesquisa em livros, internet, orientação do professor, além de uma gama de documentos e referências oferecidas.

“O principal objetivo da Olimpíada de História é incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre temas diversos. Não é necessário que os participantes tenham estudado o conteúdo previamente, uma vez que são oferecidos informações, textos, imagens e mapas para que embasem a elaboração das respostas”, explica.

Para a coordenadora, o formato proposto permite que os participantes experimentem e vivenciem como é o trabalho de um historiador.  Além disso, por meio dos conteúdos e do estudo aprofundado dos temas em História do Brasil, a Olimpíada ajuda os estudantes a se preparar para vestibulares, concursos e prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), entre outros.

Após as seis fases, no mínimo 200 equipes (800 participantes) serão classificadas e convocadas para a final presencial. O projeto é desenvolvido pelo Departamento de História por meio da participação de docentes, alunos de pós-graduação e graduação.

Inscrições:
1ª fase: de 03/02 a 09/03 – inscrição por equipe: R$ 38,00 (alunos de escolas públicas) e R$ 78,00 (alunos de escolas particulares)

2ª fase: de 10/03 a 24/04 – inscrição por equipe: R$ 58,00 (alunos de escolas públicas) e R$ 118,00 (alunos de escolas particulares)

Mais informações, regulamento e inscrições no site: olimpiadadehistoria.com.br

Fonte:  Assessoria de Imprensa ONHB


segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Abertura do Encontro Pedagógico dos Educadores da 13ª Regional de Ensino da Paraíba.


A 13 regional de ensino realizou na manhã  de hoje, 3 de fevereiro, na Escola Estadual “Arruda Câmara”, a abertura do Encontro Pedagógico para os Docentes. O evento contou com a participação dos diretores,professores e funcionários das escolas estaduais da região.

 A 13ª Regional de Ensino é composta pelas seguintes cidades:  Pombal, Paulista, Lagoa, Condado, São Bentinho, Cajazeirinhas, São Domingos e Vista Serrana.

O objetivo do encontro foi de integrar as escolas estaduais em prol da melhoria do ensino público. O encontro foi idealizado em consonância com as ações da Secretaria de Estado da Educação, que visa à melhoria da qualidade da educação básica e acredita na necessidade da formação continuada dos educadores e gestores.

A abertura do evento foi realizada pelo diretor da 13 Regional de Ensino, Jorge Miguel Lima Oliveira, que inicialmente saudou a todos os presentes e contou um pouco da sua origem e trajetória no âmbito educacional. Na oportunidade, parabenizou os novos professores que tomaram posse. Destacou também o belo desempenho dos alunos no ENEM, parabenizando todos os diretores, professores e funcionários pelo trabalho, enfatizando a importância da escola humanizada na contribuição para uma sociedade mais justa e pacífica.

Em seguida, a diretora da E.E.E.F.M. “Arruda Câmara”, Almira Saldanha, usou da palavra saudando os presentes e destacou as principais ações da referida escola e parabenizou todos os professores e funcionários pela dedicação e empenho durante o ano letivo que passou. Destacou também que a escola foi agraciada com o prêmio “Escola de Valor” e pelo sucesso nos resultados do ENEM e na OBMEP em 2019.

Dando procedimento ao evento foi realizado uma palestra com o tema: Liderança e Sucesso na prática educativa. A palestra foi ministrada  pela presidente do Conselho Municipal de Educação de Patos, Kilmara Rodrigues dos Santos, que fez análise reflexiva e enriquecedora acerca das temáticas que permeiam a educação e os desafios e enfrentamentos à formação e à prática pedagógica na conjuntura atual do país.